Os ditados sobre a relação entre a potência do carro e a sexualidade masculina começam a ganhar respaldo científico. Segundo pesquisa realizada pela Universidade Concórdia, de Montreal, dirigir um carro esportivo é suficiente para recuperar os níveis de testosterona de um homem. Da mesma forma que assumir o volante de um carro velho pode surtir o efeito contrário.

O estudo foi feito com trinta e nove homens. Primeiro, eles guiaram um Porsche 911 Carrera durante uma hora e depois, um Toyota Camry 1993. Foram colhidas amostras das salivas dos motoristas antes e depois dos testes e elas mostraram um aumento significativo nos níveis de testosterona dos homens ao guiar o Porsche. Na experiência com o Camry, o hormônio ou não teve alterações, ou sofreu pequena queda.

De acordo com o estudo, o aumento nos níveis de testosterona foi maior quando os motoristas guiaram por locais mais movimentados, atraindo os olhares de parceiras potenciais. Outra razão seria o fato de possuir algo que poucas pessoas podem ter.

Para os pesquisadores, o resultado ajuda a explicar a teoria popular de que homens em crise de meia-idade preferem supermáquinas para se sentirem tão potentes e exclusivos quanto elas.

Agora, imagine o efeito de três Ferraris e a bella Bárbara Martins juntas! Para ver mais delas, clique aqui.

Fonte: Webmotors.com.br

Comentários

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha