De acordo com o site americano X17, Tiger Woods estaria internado em uma clínica de reabilitação no estado do Arizona, Estados Unidos, para curar seu vício em sexo.

O golfista teria sido forçado por amigos a fazer tratamento contra sua compulsão sexual.
A clínica é cheia de regras e a que chama mais a atenção é um dos “Mandamentos sexuais” que diz que “os internados não têm permissão para se envolver em atividade sexual de nenhum tipo, seja com parceiro ou sozinho”.

Ou seja, Tiger Woods não pode nem “brincar” sozinho, correndo o risco de ser expulso da clínica de reabilitação. E, falando seriamente, ninguém quer ter que dar explicações sobre uma expulsão dessas em entrevistas para jornais do mundo inteiro.

Esta não é a primeira vez que o atleta teria procurado ajuda profissional. Segundo a imprensa americana, Tiger Woods já teria passagem por essa mesma clínica no começo de dezembro para tratar compulsão sexual e uso de analgésicos e sedativos.

O atleta enfrenta forte crise conjugal, após admitir infidelidade no casamento com sua mulher, Elin Nordegren. A sueca processa o marido e pede uma quantia de R$ 535 milhões, metade da fortuna do golfista.



Comentários

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha