Ontem, domingo de páscoa, além de muitos ovos de chocolate, fomos brindados na madrugada com mais uma excelente prova do mundial de Fórmula-1. Até agora ninguém entendeu o que aconteceu no Grande Prêmio do Bahrein (primeira prova do ano) que, cá pra nós, foi muito chata. As duas corridas seguintes (Austrália e Malásia) foram excelentes e muito, muito emocionantes.

E até que enfim o alemão Sebatian Vettel conseguiu vencer uma, não? Após dominar as duas primeiras corridas ele teve problemas mecânicos, mas ontem ganhou a primeira posição na largada para não perder mais. Tudo isso sem um susto sequer. Com os carros de Ferrari e McLaren largando do fundo do grid, a emoção estava garantida e, dessa forma, alguns pilotos puderam mostrar quão competitivos eles são. Button e Massa foram muito bem e Alonso, infelizmente, teve um problema de câmbio que forçou seu abandono. Mas o show da prova foi o inglês Lewis Hamilton, que partiu da vigésima para a oitava posição em poucas voltas. Um show de ultrapassagens, que é o que todos queremos ver na Fórmula-1, ou seja, ele merece muitos elogios por sua conduta.

Já Felipe Massa, sétimo colocado e beneficiado pelo abandono de Alonso, saiu de Sepang como líder do mundial com 39 pontos contra 37 do espanhol. E nem esse resultado o deixou satisfeito, pois ele fez questão de cobrar mais desempenho da Ferrari, no que ele está certo, afinal a Red Bull é o carro a ser batido no momento. Entre os outros brasileiros, Rubens Barrichello teve problemas na largada e chegou em 12º; Lucas di Grassi em 14º e Bruno Senna em 16º (último colocado). Foi a primeira vez desde 2004 que quatro brasileiros completaram uma corrida. Isso não acontecia desde que Rubens Barrichello corria na Ferrari, Massa na Sauber, Cristiano da Matta na Toyota e Antônio Pizzonia na Williams.

O campeonato agora está assim: Massa 39 pontos; Alonso e Vettel 37 e Rosberg 35. E muitas emoções ainda vêm por aí.

***

Vale destacar que, também no domingão, o brasileiro Miguel Paludo fez sua corrida de estreia nos Estados Unidos, na "Camping World East", divisão de acesso da NASCAR – a principal categoria de turismo do mundo. Paludo é o atual bicampeão brasileiro da Porsche Cup.

E em Silverstone, na Inglaterra, começou a Superlegue Formula, categoria de monopostos de clubes de futebol. O Brasil é representado pelo Flamengo e pelo Corinthians. A vitória ficou com o Tottenham Hotspur, conduzido pelo piloto Craig Dolby, que venceu a prova após largar em quarto e assumir a liderança ainda na largada. O Corinthians, do piloto holandês Robert Doornbos, levou a melhor entre os brazucas. O Flamengo, conduzido pelo inglês Dican Tappy, chegou em décimo segundo.

***

Uma ótima semana a todos.

Carlos Garcia
Siga-me no twitter: @CarlosGarcia



Comentários

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha