qualidades-de-um-empreendedor-nato
O sucesso não é definido pelas suas notas na escola ou por quantos diplomas você consegue tirar. Também não importa onde você nasceu ou quem são seus pais.

Não vou negar, pessoas que estudam na melhores escolas e tem uma boa estrutura familiar e financeira para arcar com uma escola particular possuem recursos mais efetivos para absorver o conhecimento, mas tudo isso depende mais da sua personalidade e da sua mentalidade do que qualquer outra coisa. Ao contrário da crença popular você não precisa ser bom em tudo para ser bem sucedido.

Segundo estudos recentes, com destaque para um dos mais recentes realizado pela CPP Inc., que realiza avaliações sobre carreira, personalidade e desenvolvimento profissional, as duas características mais importantes em um empreendedor são percepção e intuição. E isso se justifica, uma vez que ter sucesso não está relacionado apenas com ser “inteligente”, mas sim na sua capacidade de perceber as reais oportunidades de negócio e saber como tirar proveito delas.

Assim sendo, não basta apenas ter uma ideia e dinheiro para investir. O sucesso de uma pequena empresa ou startup está diretamente ligado ao perfil do empresário. Ser um empreendedor nato exige um conjunto de características indispensáveis. Entre eles, ser resiliente, otimista, ter coragem e assumir riscos são algumas delas, mas para facilitar sua vida vamos listar algumas abaixo. Continue a leitura e descubra se você realmente é um empreendedor nato.

Amar o que faz

Dificilmente você vai conhecer empreendedores de impacto que iniciaram seus negócios por dinheiro. Na maioria das vezes ele veio como um bônus por fazer o trabalho bem feito, mas o real objetivo geralmente é fazer o que gosta. Construir e manter uma empresa consome muito tempo e exige muito esforço, e se você não gosta do que faz é bem provável que você se frustre no meio da jornada.


Ter iniciativa

É bem provável que muitas pessoas vão desacreditar da sua ideia logo de cara. Isso faz com que muitas pessoas não tomem a iniciativa e deixem seus negócios só no papel.


Automotivação

Como falamos anteriormente, gestar um negócio exige muito trabalho e esforço e é óbvio que para isso ser automotivado é muito importante. No seu negócio você não terá um chefe ou um colega para dar aquele empurrão para que você alcance seus objetivos ou faça seu trabalho. Além disso, você também vai precisar motivar todos ao seu redor.


Otimismo

É provável que em alguns momentos pareça que você não vai conseguir consolidar seu negócio, mas para ser um empreendedor nato você não pode pensar assim. Um empreendedor nato está sempre olhando para frente, procurando gargalos e fazendo pequenos ajustes para corrigi-los. Empreendedores têm visão e não tem medo de dividi-la com os outros. Sua equipe precisa entender o objetivo de suas ações e qual o papel deles para que sua empresa alcance o sucesso.

É necessário que você se oriente a um objetivo, mas não basta apenas estabelecê-lo. Você precisa se planejar, e fazer de tudo para alcançar sua meta. Todas as sua ações devem convergir para seu propósito.


Planejamento

Estabelecer metas e acompanhar KPI’s (Chaves indicadoras de performance) são indispensáveis para quem deseja escalar seus negócio de forma previsível e planejada. Não adianta elaborar um plano de negócio para deixa-lo de lado. É necessário que você saiba tudo o que você precisa em termos de mão de obra, o quanto precisa vender e qual sua margem de lucro. Métricas como essas são indispensáveis para manter seu negócio.


Criatividade

Um empreendedor pensa de maneira diferente das outras pessoas. Ele vê o mundo de um jeito diferente e quase sempre pensa fora dos padrões. Empresas surgem de grandes idéias, que nascem em grandes mentes que pensam fora dos padrões normais. Criatividade não é algo finito. Quanto mais se usa, mais se aperfeiçoa. Empreendedores sempre buscam novas formas de fazer as coisas e de como torná-las melhores. Eles nunca estão satisfeitos com suas ideias e sempre buscam novas formas de melhorar o mundo.


Autoconfiança

Confiar em si mesmo e transmitir confiança para sua equipe é essencial para quem busca o sucesso no mundo dos negócios. Compartilhar seus dilemas com pessoas que você confia é uma maneira de trabalhar a autoconfiança. Seu mentor pode ser uma pessoa experiente nos negócios ou um expert em uma determinada área.


Liderança

Mesmo se você já trabalha a muito tempo como subordinado, é possível que você seja líder de sua própria empresa. Quando um empreendedor fica preso demais ao operacional, acaba deixando de desenvolver certas habilidades e isso impacta diretamente no seu negócio.

Você pode até ser muito bom tecnicamente, mas é necessário que se tenha noções de gestão. Entretanto, muitas vezes é mais indicado contratar alguém que tenha essa experiência que lhe falta do que tentar desenvolver na prática.


Resiliência

Um empreendedor não pode desistir de seus objetivos com facilidade. Você não vai acertar de primeira e vai ter que aprender com seus erros. O empreendedor que tem resiliência para continuar, geralmente é o que se destaca no mercado.

Capacidade de assumir riscos

Arriscar-se faz parte do dia-a-dia de todo o empreendedor, ainda mais quando se está começando um novo negócio. Mas você não deve se assustar em assumir esses riscos. Afinal eles são necessários para alcançar seus objetivos e você precisa entender isso.

Se você não arriscar nada, nunca chegará a lugar nenhum. Se você for complacente, dificilmente alcançará o topo. Não deixe que a incerteza de um fracasso te impeça de fazer o que precisa ser feito. Ao invés de ver o risco como um problema, procure encarar como uma oportunidade.



Comentários

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Edições Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha