afinal-alcool-faz-bem-pra-saude

Você já deve ter ouvido por aí que existe uma quantidade de álcool que você pode ingerir por dia sem que isso seja prejudicial para a sua saúde. E não é só porque você bebe todos os dias que isso significa que você é um alcoólatra, não é mesmo?

Para que você entenda um pouco mais sobre a diferença entre o uso de baixo risco do álcool, o uso nocivo e a dependência química, preparamos este post. Continue lendo e confira.


Quantas doses de álcool posso consumir por dia, sem que se torne nocivo?

Beber não necessariamente faz mal a saúde. O álcool pode ser inclusive considerado benéfico quando ingerido em pequenas quantidades. De acordo com alguns especialistas, existe um “padrão” de consumo de álcool considerado de baixo risco, pouco tóxico e que pode trazer benefícios à sua saúde.

Segundo alguns médicos, um adulto sem nenhuma contraindicação pode beber até duas doses de vinho, dois copos de cerveja ou uma dose de destilado por dia.

Entretanto é válido ressaltar que, quanto maior for a dose, mais tóxico se torna o álcool no organismo, por isso é preciso se autocontrolar e não ultrapassar as doses diárias recomendadas, caso contrário você vai expor o organismo a um nível grande de toxicidade.

Beber todo dia significa ser alcoólatra?

Na verdade, não necessariamente. Primeiro é necessário entender que existem alguns tipos de uso do álcool. Existe o uso de baixo risco, o uso abusivo e a dependência química.

Se você consumir até duas doses de bebida alcoólica, pode ser considerado de baixo risco, mas quando passa desse limite, você pode considerar que está fazendo o uso nocivo do álcool, ou seja, você está sujeito a consequências negativas por usar o álcool.

Se você é daqueles que bebe um pouco e logo se torna agressivo, arruma brigas e/ou toma também pode se enquadrar no uso nocivo da bebida.

A dependência tem características peculiares, que geralmente se apresentam como: crises de abstinência quando não ingere álcool, tremor, sudorese, sentir necessidade de beber grandes volumes regularmente e ser tolerante ao álcool. Se os sintomas passam quando a você bebe, isso é um sinal de dependência.

Mas afinal, quando alguém pode ser considerado alcoólatra?

quando-alguem-pode-ser-considerado-alcoólatra
Quando uma pessoa manifesta o padrão de consumo próprio da dependência e tem consequências negativas, pode ser visto como alcoólatra. Ou seja, o alcoólatra é um dependente químico.

Por isso, precisamos ter em mente que existe uma quantidade limitada de álcool que podemos ingerir sem que isso seja prejudicial para nós, mas quando ultrapassamos essa quantidade, passamos a fazer mal uso dele.

Mesmo quando bebemos bem pouco, e isso nos trás consequências negativas, já é visto como uso nocivo.

A cerveja, por exemplo, quando consumida com moderação, pode trazer vários benefícios para a nossa saúde.

Infelizmente são poucas as pessoas conseguem adotar e manter um padrão considerado saudável de uso de álcool, na maioria das vezes as pessoas acabam exagerando e bebendo demasiadamente, acarretando apenas consequências negativas.

Comentários

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Edições Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha