Não é à toa que, quando surge o nome de David Beckham, muitas mulheres vão à loucura - com comentários que podem deixar até mesmo o mais perverso dos homens com os cabelos em pé.
Sim, além de ser famoso pela profissão de jogador de futebol, o cara também é conhecido por ser metrossexual.

A gente sabe que o tema ainda assusta muitos homens, mas vamos com calma. Nada em exagero é recomendado, certo? Por isso pesquisamos algumas dicas sobre como cuidar da aparência, sem ter que se lambuzar com hidratantes corporais ou perder tempo em lugares tipicamente femininos como, por exemplo, os salões de beleza repletos de fofoca e papo de mulher.

O site AskMen.com dá alguns toques sobre como não ficar pra trás com os cuidados com a aparência. Dá um look:

1 Não deixe seus pelos tomarem conta do seu corpo



Certo, pelos pelo corpo é sinal de masculinidade. Isso, ninguém condena. Mas chega um ponto em que a selva de cabelos, há muito tempo esquecida sob as roupas e com a correria do trabalho, precisa ser podada.

A dica é investir em um aparador com configurações ajustáveis. Não custa separar alguns minutos a cada semana para manter o comprimento dos pelos, principalmente nas regiões do peito e do abdômen.  É preciso um pouco de prática para acertar, mas aparar os excessos faz com que você passe de ajeitadinho para gostosão em questão de minutos.

2 Barba por fazer
Sim, as mulheres gostam de homens que às vezes passam um ar meio descuidado. Tudo bem deixar a barba por fazer, mas cuidado! Não deixe que a barba tome proporções ‘homem das cavernas’. Se não tem tempo para mantê-la bem aparada, melhor mesmo é tirar tudo e manter a praticidade.

3 Ignorar pelos no nariz e ouvido
Quase tudo o que fazemos na vida, das entrevistas de emprego aos relacionamentos, exige uma ‘publicidade facial’. Ou seja, sua aparência é seu cartão de visitas. E isso vale para todos os momentos no dia-a-dia. Portanto, jamais ignore o excesso de pelos no nariz e nos ouvidos. Sim, é normal. Homens são homens, e homens possuem pelos em lugares inimagináveis. Por isso é preciso ficar atento e usar uma tesoura apropriada para aparar o volume indesejado.

4 Ignorar cabelos ralos



 Apenas alguns poucos sortudos nunca terão que se preocupar com cabelos ralos. Calvície é muito normal em indivíduos do sexo masculino e pode começar a partir dos 20 anos de idade, com progressão de 4% ao ano até que o crescimento se torne irregular ou nulo.

Se você é um dos que sofre com o fator genético, pode ser surpreendido com o efeito de algumas loções e espumas vendidos para retardar o efeito da queda capilar masculina.  Caso os produtos vendidos nas farmácias não sejam os ideais para o seu caso, a dica é procurar um dermatologista e ir atrás de tratamentos prescritos. Se todas as alternativas falharem, o melhor é raspá-los por completo.

5 Usar muito gel
Controlar os fios rebeldes com um pouco de gel é normal. Mas cuidado para não exagerar na dose a ponto de parecer um personagem saído dos anos 80. Opte por produtos mais leves, que ajudam na forma e na definição dos fios para uma aparência mais natural e sem deixar o cabelo ensebado e... bom... ‘crocante’.

6 Usar lâminas cegas
Lâminas de barbear descartáveis são apenas isso: descartáveis. O problema é que, mesmo as máquinas de barbear mais modernas, vêm com cartuchos que têm vida útil relativamente curta (cerca de duas semanas). Utilizar lâminas após a data de validade, como é sabido, deixa a barba desuniforme e podem causar transtornos mais chatos, como cortes na pele e alergias.

Quando a lâmina está boa, a mesma deve deslizar facilmente ao longo do rosto e cortar com precisão, sem causar dor ou exigir esforços maiores. Felizmente, as navalhas de hoje possuem uma fita indicadora na parte superior que lhe permite saber quando o dia do julgamento está próximo. Na dúvida, troque.

7 Unhas sujas e mal cuidadas



É hora de abandonar os preconceitos e optar por um profissional de vez em quando. Entregue suas mãos às manicures para que as unhas sejam mantidas aparadas e saudáveis. A dica é mantê-las curtas e limpas. Tente repetir o processo a cada duas ou três semanas, isso facilita o crescimento uniforme das unhas e evita infecções fungicidas. Ah, a gente deixa você ignorar o esmalte incolor (ou bases, como são conhecidas pelo público feminino).

8 Usar perfume em excesso
Tudo o que é demais, estraga. Isso ocorre também para o uso de perfumes que, em excesso, podem se transformar em um desastre. Melhor é manter a sutileza, com três pulverizações nos locais indicados (já chegaremos lá), ao invés de fazer uma imersão total e causar dores de cabeça por onde passa.

Opte pelos pulsos e atrás das orelhas. Estes pontos devem ser suficientes para mantê-lo cheiroso o dia inteiro.




Comentários

Andre escreveu em 17/06/2010
Demais o post, animal!
Gabriel escreveu em 22/06/2010
Perfume no bulso e atrás da orelha vai me deixar cheiroso o dia todo? A fala serio!

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha