créditos: Bella da Semana

Febre de Alemanha

Copa do Mundo na Alemanha, todo mundo de olho lá, ligado no que acontece lá, louco pra ir. Stephany de saco cheio disso tudo, logicamente. Mas tem priminha morando lá. Stuttgart. Maridão rico, casa enorme, quartinho prontinho me esperando. Ai, não tem jeito. Além do mais, amo essa minha prima, ela é muito engraçada. O marido também é ótimo, casal super divertido, excelente companhia pra meter o terror na Copa. Como eles têm grana, as festinhas também prometem. Verão europeu é tudo! Bora! Cheguei no aeroporto e ela já tava lá muito louca me esperando, com seu Porsche Carrera GT, mais nova aquisição do casal. Ela é um mulherão, mas nada a ver comigo. Morena, alta, magra, com uma bocona enorme e super peitões naturais. Faz sucesso em qualquer lugar, mas principalmente lá. Maridão tava em casa nos esperando, já com a cerveja na mão. Direto pro Biergarten. Fui interada da programação ao longo de muita cerveja e hackepeter. Festinha ultra VIP hoje em München, na casa de um amigo dele, imperdível. Então ta. O que eu não imaginava - não sei como - é que ia ter jogadores na festa. Mas tinha. Vários. Das mais variadas seleções e times. Muito divertido! E no meio de tanta gente interessante que eu nunca tinha visto na vida, enfim um rosto amigo: Assis, irmão e empresário do Ronaldinho Gaúcho, conterrâneo da Querência Amada! Fazia muito que não nos víamos e aproveitamos pra botar o papo em dia. O que mais me encanta nele é a humildade - além do indiscutível talento administrativo, é claro. Mas o melhor é que agora, apesar de a gente bater papo como se nada tivesse mudado, tu do era muito diferente. Ele agora conhece quase todo mundo do mundo da bola. Inclusive o gatíssimo jogador do Bayern de Munique e da seleção paraguaia, Roque Santa Cruz, que veio cumprimentá-lo assim que entrou e não pôde deixar de notar a beldade de olhos brilhantes ao lado dele: moi, obviamente. Correspondi ao olhar de maneira tão veemente que o Assis não teve como não notar. E rir, é claro. Ele tem liberdade comigo pra isso. Veio até me explicar quem era. Olhei pra ele com aquela cara de quem diz: "tenho cara de quem não entende de futebol?" Mais ainda: "Tenho cara de quem não saberia o nome de um dos jogadores de futebol mais deliciosos do mundo?" Ele riu novamente, lembrando dos nossos velhos tempos em Porto Alegre, quando ele ainda jogava no Grêmio e eu tinha acabado de vir de Feliz. Provavelmente lembrou de que futebol e homem eram do que eu mais entendia na vida... Aproveitei enquanto o jogador ainda estava sozinho, pegando uma taça de champagne pra praticar meu espanhol. Querida professora Alejandra, que fez com que eu tivesse tanta desenvoltura na língua de Cervantes - e de Roque Santa Cruz. Ele disse ter ficado encantado com meu castelhano, embora eu acredite que o que realmente o tenha encantado tenha sido o meu decote. Não importa. O que interessa é que ele estava visivelmente encantado comigo. Foi a minha deixa. Perguntei se ele não poderia me acompanhar até o banheiro. Ele, muito cavalheiro, foi. Mal sabia o que podia acontecer, pobrezinho. Assim que chegamos à porta do banheiro e pude perceber que ele se aproximava - provavelmente para me dar um beijinho antes de eu entrar - puxei-o pela camisa pra dentro do banheiro comigo. Foi pego de surpresa, mas não vacilou. Enquanto me beijava já me levantava pra me colocar sentadinha na pia do lavabo. Numa ocasião como essa, vestido sempre, lógico. Esse era branco, meio transparente e solto na parte de baixo, ou seja, facílimo de levantar. Nos olhávamos nos olhos com cara de deboche e ríamos muito, nos divertindo com o inesperado. Ele riu ainda mais quando percebeu que eu estava sem calcinha. Sussurrou "guapa!" enquanto eu o ajudava a desabotoar o cinto e as calças. Menos de 2 minutos depois eu quase quebrava o espelho de tanto me bater e gritar. A brincadeira toda deve ter durado pouco mais de 10 minutos. Mas estávamos muitíssimos satisfeitos. Passamos o resto da festa juntos e às vezes, quando conversando com outras pessoas, não conseguíamos não rir quando se encontravam nossos olhos...

Stephany


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha