créditos: Getty Images

Ibiza: essência mediterrânea

Famosa internacionalmente desde a década de 60, Ibiza se tornou um dos lugares mais procurados por turistas amantes da noite e da beleza mediterrânea. Em seus mais de 200 km de litoral, Ibiza abriga praias e pequenas enseadas para o deleite de todos aqueles que se atrevem a visitar o destino espanhol.

Apesar de ser conhecida em todo o mundo há muitos anos, Ibiza (declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco) tem uma história milenar, como tudo o que está relacionado a seu marco incomparável: o Mediterrâneo. Com resquícios arqueológicos da Idade do Bronze, o local foi visitado por gregos, romanos, fenícios, árabes, piratas e, agora, turistas de qualquer país do mundo - todos atraídos por sua beleza e pela promessa de festas quase infinitas. Lá, é fácil encontrar pessoas famosas tanto nas baladas, quanto em seus sofisticados bares e restaurantes.


As praias
São várias as praias e pequenas enseadas distribuídas pela ilha. Sempre banhadas por belas águas da cor turquesa, a de Salinas, ao sul da ilha e próxima do aeroporto, talvez seja a mais famosa e concorrida da região. Também se destaca, sobretudo por seu ambiente festivo, a praia de Bossa. Figueteras (na cidade de Ibiza), Es Cavallet (visitada em sua maioria por homossexuais e adeptos do nudismo), Talamanca ou Aguas Blancas (cercadas por belos penhascos) também são boas opções.

As enseadas, pequenas e algumas de difícil acesso, são perfeitas para relaxar. Destacamos as seguintes: Salada (uma das mais procuradas, devido ao entorno verde), Conta, Vadella, San Vicente e Gracioneta.


A noite
Tudo bem que a ilha nunca dorme, mas o ápice da atividade noturna vai de junho a outubro. Baladas como DC10, Pachá, Privilege, Eden, Es Paradis, Amnesia e Space animam os turistas até o nascer do sol. O Café del Mar, em San Antonio, é outra boa referência para diversão noturna. Famoso por suas coleções musicais de variados artistas, fica em um lugar inigualável - à beira mar.

Mesmo sendo um local seguro para os turistas, é sempre bom ficar atento. O consumo de álcool e drogas de todo tipo é habitual. Alguns se aproveitam de visitantes ´desavisados´ para praticar pequenos furtos, embora nada que deva tirar seu sono caso tome os cuidados básicos. Por outro lado, o espírito amigável e festivo dos habitantes animam ainda mais as noites na ilha, que recebe pessoas de todo o mundo e tem diversão garantida todos os dias.


Hospedagem e gastronomia
A opção hoteleira é bastante ampla e profissional tanto em relação a hotel, quanto a restaurantes. O seleto público que visita a ilha pede por locais exclusivos e cuidadosos com sua oferta.

A dieta mediterrânea tem Ibiza como um de seus melhores divulgadores. Recomendamos arroz (com marisco - ou o delicioso arroz negro, preparado com a tinta de lula) e peixes frescos do arquipélago. Um simples pão caseiro com azeite de oliva já compõe um delicioso jantar. O pastel de queijo de cabra (flaó), típico da região, é uma boa opção de entrada. Também são muito populares os chiringuitos, que localizados pelas praias oferecem cardápios e aperitivos deliciosos, assim como sucos e coquetéis de todos os tipos.


Como e quando ir
Pode-se ir de avião (muitas companhias disponibilizam voos para Ibiza, algumas com tarifas econômicas) ou de ferry-boat (especialmente saindo de Barcelona e Valência). Na alta temporada, o percurso pode sair um pouco mais caro, embora o fluxo turístico seja bastante alto durante todo o ano – o que melhora a oferta de opções e preços.

A alta temporada vai do final de junho até início de setembro. Durante estes meses, o clima é sempre quente – primavera e outono também são boas épocas para se visitar a ilha. Caso esteja em busca de férias um pouco mais calmas, o inverno em Ibiza pode ser uma boa opção para uma visita mais tranquila e sofisticada.



Rafael Paniagua


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha