créditos: Bella da Semana

E agora, o que beber?

Parece que o antigo e tradicional bar bem posicionado nas salas de estar foram banidos pelos decoradores e arquitetos. Com a idéia de cada vez mais personalizar e otimizar espaços em ambientes pessoais, todos os cantos de casas, lofts e apartamentos projetados com o objetivo da funcionalidade fizeram sua seleção natural e deram adeus a alguns clássicos. Todo homem queria ter um belo bar na sala para receber os amigos e até mostrar com orgulho as poderosas garrafas de uísque 18 anos, famosos licores e cristais genuínos. A verdade é que essa vontade não sumiu, apenas foi substituída pelo fascínio pelas telas de plasma, note books e lindas cadeiras de couro branco. As garrafas com certeza vão ser bem acomodadas em uma mesa de vidro, com alguns copos em cores cítricas como laranja e rosa e um balde perfeito para uma garrafa de Pro Seco. Mas como montar um bar pessoal em casa? Se você já tem o seu, deve saber que um verdadeiro connaisseur prefere servir os drinques nas recepções que organiza. Então com certeza conhece bem os coquetéis tradicionais, o jeito certo de servir um bom conhaque e a temperatura ideal para um bom Merlot. Parece fácil entrar em um empório e encher sua cesta de boas bebidas sem nem ao menos conhecer cada uma delas. O mais importante é saber adequar o tipo de bebida com o prato servido ou a situação. O básico a maioria já sabe: cerveja com os amigos no jogo de futebol na televisão, um bom vinho branco com frutos do mar, champagne para comemorações e uísque para reuniões de negócios. Ainda existem muitas outras bebidas que têm seus rituais pessoais e deveriam ser respeitados, mas desde que a gafe não seja grande, vale arriscar algumas mudanças na hora de pedir ao garçom na balada uma vodka com energético. Um bar no estilo americano é o tipo mais prático e pode ser construído com apenas uma estante pequena, na parede onde se coloca o balcão. As bebidas que são menos usadas ficam na estante atrás do balcão, sempre em ordem de classificação, os licores mais caros ficam no alto. A idéia do bar americano é estar sempre de frente para os convidados a serem servidos. O importante é que seu bar possua elementos indispensáveis ao seu funcionamento: um pequeno refrigerador por perto, prateleiras para acomodar as garrafas, uma superfície para preparar os drinques e utensílios como faca para frutas, pegador de gelo, coqueteleira e afins. Caso você tenha pouco espaço para um bar propriamente dito, use a bancada da mesa de refeições para deixar uma boa bandeja com suas garrafas e alguns copos. Algumas regras devem ser seguidas para que a bebida não se torne banal. Um bom conhaque deve ser servido depois do jantar, já que é uma bebida pesada e ideal para quem gosta de apreciar charutos. Taças de vinhos também devem ser observadas: para vinho branco taças com hastes longas para evitar o calor da mão e bojo comprido e estreito para conservar a temperatura fria do vinho. Para vinho tinto haste curta e bojo redondo, próprio para ser acolhido pelas mãos, bordas com aberturas certas para o vinho respirar. Os licores encorpados e doces devem ser tomados em pequenas doses e servidos em copos pequeninos. Os licores secos comportam copos maiores e cubos de gelo. Lembrando que vinhos brancos são servidos gelados, como os sherries secos também, a vodka pura deve ser estocada no congelador, pois nunca se solidifica. Dry Martini sempre com uma azeitona, que empresta seu sabor a bebida, água mineral para uísque puro e se você ainda quiser dar uma aparência charmosa aos coquetéis, deixe os copos no refrigerador.

Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha