créditos: Bella da Semana

Um belo sorriso é sempre sexy

                                                                                                               Getty Images



Uma das grandes armas da conquista é, com certeza, um belo sorriso. Dentes bem cuidados e hálito fresco são afrodisíacos e muito sexy, certo? Para tirar algumas dúvidas frequentes no dia a dia, um profissional da área pode ajudar a manter a saúde bucal.

Falamos com o Dr. Carlos Augusto Durieux, especialista em implantes dentários, que respondeu a algumas das perguntas mais frequentes relacionadas à saúde bucal.



Como escolher um creme dental?
No mercado há muitas opções disponíveis, sendo necessário avaliar qual a necessidade de cada pessoa. Existem cremes específicos, com agentes branqueadores, dessensibilizantes, terapêuticos (para infecções e problemas bucais), pediátrico (com flúor reduzido para crianças), entre outros.

Como escolher uma escova dental adequada?
No geral a escova de dentes deve ter a cabeça pequena, para atingir todas as partes dos dentes e as regiões da boca, cerdas macias e tufos concentrados para não machucar a gengiva.

Para avaliar a escova dental adequada também temos que levar em consideração alguns fatores. A destreza manual (habilidade reduzida ou deficiência motora), por exemplo, é muito importante. Nesse caso, são indicadas escovas elétricas ou com cabos mais grossos, o que os torna mais  confortáveis para o manuseio. Existem também escovas específicas indicadas para procedimentos pós cirúrgicos e clareamento, e escovas interdentais para limpeza de próteses.

Em quanto tempo deve ser trocada a escova dental?
Cada escova tem uma validade, de acordo com o fabricante. As cerdas indicam a troca, e devem estar alinhadas, caso contrário é um grande indicativo de substituição. Geralmente as escovas devem ser trocadas a cada três meses. 

Qual a importância do fio dental?
O fio dental é importante para limpeza em regiões que a escova dental não alcança, entre os dentes. Deve ser usado preferencialmente antes das escovações, removendo restos alimentares dos dentes, evitando tártaro, halitose e cáries.

E os enxaguatórios bucais?
São indicados como complementos da higienização bucal, sendo necessário avaliar cada caso para a correta indicação do mesmo. Temos enxaguatórios com flúor para remineralização dental, com clorexidina para inflamações gengivais, com agentes branqueadores como complementação ao clareamento dental, dentre outros. 

O que são implantes dentários e quando são indicados?
Os implantes são substitutos de raízes dentárias feitos de titânio (material sem rejeição corporal) que são indicados para dentes perdidos por cáries, fraturas, traumatismos, e outros. Para sua indicação é necessária a avaliação prévia do paciente (estado de saúde geral).

Qual a diferença entre prótese e implante dentário?
O implante dentário é o pino implantado para substituição da raiz perdida. A prótese dentária é o dente propriamente dito. As próteses dentárias podem ser também feitas com dentes preparados, estas unitárias ou múltiplas. Existem também próteses totais (dentaduras) e próteses parciais removíveis (dentes que complementam as ausências dentais).

Quando o clareamento é indicado?
O clareamento é indicado por razões estéticas, comumente feito após o tratamento ortodônticos ou em pessoas com dentes escurecidos em decorrência de pigmentações causadas por corantes (café, vinho, cigarro, refrigerantes). Também é indicado em dentes escurecidos pós traumas, tratamentos de canais e má formação dentária.

Quais os tipos de clareamento mais utilizados?
Existe o clareamento caseiro, onde o paciente faz a utilização de moldeiras de acetato e aplicação de gel clareador determinado pelo dentista; e o clareamento em consultório, sendo o laser o mais utilizado. O clareamento caseiro leva em média 15 dias para obter os resultados desejados, e durante este período não é indicado ingerir bebidas ou alimentos com corantes. Já o clareamento a laser é feito com uma ou duas sessões no consultório, com uma hora de duração e devem-se evitar a ingestão de corantes por 48 horas, tendo resultado estético imediato.

Com que frequência deve-se visitar um dentista?
Normalmente as visitas periódicas devem ser feitas a cada seis meses para profilaxia (limpeza), mas o retorno depende do tratamento que cada paciente foi submetido. A melhora das doenças e uma correta higienização são fatores determinantes do retorno ao profissional.


Dr. Carlos Augusto Durieux
Especialista em Implantes Dentários
CRO-SC 8006




Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha