créditos: Bella da Semana

Depilação masculina

                              Getty Images

A vaidade masculina não é mais tratada como algo sem importância. Pelo contrário! Cada vez mais os homens ganham espaço quando o assunto é estética. Cremes anti-idade, xampus específicos, depilação a laser, escova definitiva... A infinita lista é comum no mundo feminino e agora são os homens que apostam em alguns dos itens em busca da correção de pequenas imperfeições ou detalhes que não agradam. Dentre os serviços mais procurados pelo público masculino nos salões e centros de estética especializados está a temida depilação.

A parte prática: saber os métodos de depilação e os lugares do corpo que você quer depilar. É possível depilar qualquer parte do corpo: costas, peito, pernas, abdômen, virilha, rosto. A forma mais rápida e econômica de fazer depilação é usar cremes depilatórios e lâminas, facilmente encontrados em supermercados e farmácias – ponto positivo para aqueles que não sofrem de alergias a esses métodos, indicados principalmente para a remoção dos pêlos do peito, das costas, da virilha e dos pés. O único problema no método caseiro é que os pêlos são cortados superficialmente e crescem rapidinho, tornando o uso constante. Atenção: não utilize estes métodos para tirar pêlos do nariz e das sobrancelhas!

Falando em sobrancelha, as pinças são ótimas para pêlos do rosto, assim como os do nariz e da orelha. Sobrancelha grossa demais e principalmente com aspecto de ‘mono-sobrancelha’ não é nada sexy! É rapidinho, não dói nada e melhora muito. Outra técnica bastante utilizada é o threading, que consiste na utilização de uma linha para puxar os pêlos pela raiz.

Um dos melhores métodos de depilação é a cera – quente ou fria. Neste caso, o ideal é ir ao salão e contar com a ajuda de um profissional. Escolha um local bem higienizado, com cera descartável e funcionários responsáveis (a própria namorada ou uma amiga podem indicar um lugar de confiança).

Quente ou fria, a depilação à cera dura mais que as feitas com lâminas - em média duas semanas. Como os pêlos nascem em tempos diferentes, pode ser necessário fazer alguns retoques antes deste prazo. É muito importante saber se o profissional faz a assepsia (limpeza para evitar a entrada de germes patogênicos) do local antes da depilação. Fazer uma boa esfoliação (com esfoliante ou bucha) em todas as áreas que serão depiladas vai evitar que os pêlos encravem.

Se você sofre com pêlos encravados ou foliculite (inflamação dos folículos que ocasionam as bolinhas vermelhas com pus) crônica ou constante é bom procurar um dermatologista antes da depilação, para tratar o problema. Após a sessão deve ser aplicada uma loção ou gel hidratante e calmante. No dia da depilação evite sol, mar, piscina, perfumes e produtos que possam agredir ou irritar a região depilada. Não esqueça o filtro solar na semana seguinte. Não use cera na barba, pescoço e bigode afinal, o pêlo tem que estar crescido o suficiente para ser arrancado com cera.


Laser
A depilação a laser tem dois inconvenientes: é cara e dolorida. Porém, é uma ótima opção para aquele que têm problemas de foliculite. Este tipo de depilação pode ser feita em qualquer parte do corpo, e só não funciona em pêlos loiros ou brancos. Peles bronzeadas ou negras também podem optar pelo laser, mas fique atento, pois necessitam de adaptações.

Pêlos do rosto (barba e bigode) requerem muita atenção neste caso, pois o laser pode provocar manchas e até erupções quando mal executado. Para que a técnica seja aplicada corretamente e sem riscos, é necessário que o procedimento seja realizado por um dermatologista ou cirurgião plástico, evitando complicações com queimaduras e manchas.

O pós-depilatório deve ser seguido à risca para um bom resultado. Apesar de ser chamado de depilação definitiva, este método não acaba de vez com os pêlos e requer, no mínimo, cinco sessões. O preço varia de região para região, mas não é barato. É recomendável parar a depilação com cera, barbeador ou pinça quatro meses antes da primeira sessão de laser para ao pêlos voltarem a crescer. Existem analgésicos para amenizar a dor.

Se você acha que homem não deve se depilar, é bom saber que muitas vezes a depilação é uma forma de higiene. Pêlos causam muito mais suor, provocando assim odores ocasionais. Alguns homens apenas aparam os pêlos mais longos, para uma melhor aparência. Vale lembrar ainda que a tal ideia ´homem de verdade é aquele peludo´ é bem ancestral! E, cá pra nós: é hora de parar de se importar com o que os outros falam ou pensam de você, né?





Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha