créditos: Bella da Semana

Cara de pau

Quem sai na chuva é para se molhar. Se você quer mesmo conquistar alguém, é fundamental que você use todas as armas possíveis. Você está num lugar cheio de gente, passa o radar e percebe que tem lá uma pessoa da qual fica a fim. O que fazer? O primeiro passo é fazer com que ela perceba o seu interesse. Mas você deve fazer isso sempre de uma forma sutil, sem ser invasivo. Na paquera, o contato de olhos é fundamental. E você pode fazer isso com ousadia, classe e eficácia. Preste atenção para não fuzilar a outra pessoa com o seu olhar. Olhe, mas dê sempre uma folga para o outro também olhar para você. Não pressione o outro com o seu olhar. Outra coisa: você pode ir olhando aos poucos. Numa primeira vez, jogue um olhar amigável e rápido. Se estiver difícil para você fisgar os olhos dela, tente olhar para o seu rosto, para os cabelos. Vá pouco a pouco "chegando" nos olhos. Se os olhares se cruzaram uma vez, tente a segunda e se você for bem sucedido, já está chegando mais perto do seu objetivo. Não se esqueça de que seu olhar está passando uma informação: pode ser mais ou menos maroto, sexual, amigável, apaixonado, agressivo, etc. Preste atenção na qualidade do seu olhar. Mas depois de algumas trocas de olhares, está na hora de você mudar o seu repertório. Tem gente que fica muito tempo nisso. Olhando, olhando. Mas não é bom. Pode passar do ponto e perder a graça. O ideal é que você mude. E é aí que entra o elemento surpresa. Nesse ponto, quando já não dá mais para esconder o interesse mútuo em se conhecer, a situação é meio engraçada. Por isso sorrir pode ser bem simpático e espontâneo. Você pode também cumprimentar a outra pessoa com um gesto da sua cabeça. São formas de quebrar o gelo. Outros, preferem o gesto de oferecer uma bebida. Cada um deve buscar a sua forma de descontrair o contato. Uma vez que você olhou e foi correspondido, que sorriu e foi bem aceito, aproximar-se da outra pessoa não é tão arriscado. Aí está a diferença de uma paquera elegante e uma cantada. Na cantada você não percebe a outra pessoa e por isso mesmo pode levar um fora. O que eu lhe proponho é que você vá chegando aos poucos e isso minimiza os riscos de você ser rejeitado. A ousadia na paquera é fundamental. Você chega perto e fala algo que o outro não estava esperando. Você surpreende por sua imprevisibilidade. Você pode fazer isto por uma frase inteligente, amigável ou bem humorada. Depende do seu estilo. 02/07/2007

Sergio Savian


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha