créditos: Bella da Semana

A Fórmula-1 sempre se salva



Sebastian Vettel recebe a bandeirada após vencer o GP da Malásia (Foto: AP Photo/Lee Jin-man)


E eis que a emoção está de volta à principal categoria do automobilismo mundial. Depois do fraco Grande Prêmio do Bahrein, todos acreditavam que a Fórmula-1 estava fadada a mais uma temporada de poucas emoções na pista. E o pior, agora que os reabastecimentos estão proibidos, as posições seriam mantidas desde a largada até o fim da prova.

Mas, como os deuses do automobilismo são benevolentes com a categoria máxima, os Grandes Prêmios da Austrália e da Malásia foram duas das corridas mais emocionantes dos últimos anos. Okay, você, amigo leitor, vai me dizer que na Austrália choveu e aí eu sou até obrigado a concordar que aquela corrida não seria tão boa caso a água não resolvesse aparecer, mas e a prova malaia?

Vamos a outro ponto, foram três vencedores diferentes, de três equipes diferentes, vencendo as três primeiras etapas do mundial, algo que não acontecia desde 1990. Naquele ano, Senna (o Ayrton) venceu nos EUA de McLaren, Prost venceu no Brasil de Ferrari e Patrese venceu em Ímola de Williams. Em 2010, Alonso venceu no Bahrein de Ferrari, Button venceu na Austrália de McLaren e Vettel venceu na Malásia de Red Bull.

E o principal foi a volta das ultrapassagens. Claro, o fato de acompanharmos pilotos de grandes equipes largando nas últimas posições do grid contribui, mas ainda assim não é natural que tenhamos tantas trocas de posição, em especial na pista seca da Malásia.

E nesse quesito o criticado Lewis Hamilton foi um show à parte. Na Austrália, ele largou no fim do grid, já era o quarto colocado quando precisou trocar os boxes e era quinto quando foi tocado por Webber e perdeu uma posição. Na Malásia, ele largou em vigésimo e chegou em quinto, sendo que, em cinco voltas, já brigava pelo sétimo lugar, sempre com ultrapassagens na pista. Não importa que a McLaren tenha um carro mais eficiente em retas, ele deu show. E não reclamem de condução perigosa, pois o inglês está simplesmente fazendo aquilo que todo fã de automobilismo gosta: brigando por posições.

Claro, Hamilton precisa estar ciente que o esporte que ele pratica tem regras que precisam ser respeitadas para a segurança de todos, afinal não foram poucos os pilotos que perderam suas vidas em corridas de carro. Em determinado momento do Grande Prêmio da Malásia ele iria tomar um revide da ultrapassagem que aplicou em Vitaly Petrov, mas ziguezagueou na reta de forma perigosa para que o russo não pegasse seu vácuo. Não pode.

Cabe aqui ressaltar que, apesar de tantas emoções, o alemão Sebastian Vettel era para ter vencido as três primeiras provas do ano. No Bahrein, ele teve um problema de motor e caiu para quarto lugar quando venceria tranquilamente. Na Austrália, ele teve um problema de freio e acabou passando reto em uma das curvas do circuito de Albert Park e atolou na brita. Por isso sua vitória na Malásia foi tão celebrada. E poucas vezes foi tão merecida.

Mas nessa montanha russa de falhas das equipes, chuvas e problemas mecânicos, Felipe Massa tem nas mãos a liderança do campeonato. Ele não deu show, não venceu provas, não largou na pole, mas, graças à nova pontuação do campeonato, tem 39 pontos contra 37 do espanhol Fernando Alonso e do alemão Sebastian Vettel. Tudo isso porque seu ritmo de prova é muito parecido com o do companheiro de equipe, mas ele tem tido uma boa capacidade para não se envolver em problemas. E o mais importante... ele tem largado muito bem, subindo de quinto para segundo na Austrália e de décimo nono para décimo primeiro na Malásia. E não é de hoje que as largadas são o momento mais importante da corrida.

Dê seu palpite e concorra a um prêmio!
Alguém aí arrisca dizer quem vence o Grande Prêmio da China? É final de semana que vem. Se toparem entrar na brincadeira, eu vou sortear um DVD entre os que acertarem a resposta! Basta arriscar no meu Twitter: @CarlosGarcia - junto com o seu palpite, coloque a tag #bella

Até semana que vem!


Carlos Garcia


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha