créditos: Bella da Semana

Tempos Modernos

                                                                                                                Getty Images


Faz parte da conquista atual procurar aquela pessoa que você esta interessado nas redes sociais, ver qual seu estilo de vida, os amigos em comum, as páginas que ela curte e tudo mais que o mundo virtual tem pra oferecer. É mais fácil você se sentir excluído se não estiver inserido na vida virtual do que achar que é loucura romance e interesses nas redes sociais.

O fato é que neste presente atual as redes sociais nos ajudam não só nas conquistas, mas no trabalho e amizades. Claro que tudo deve ser usado com cautela e sem exageros, o que às vezes fica impossível, pois além de viciar, o mundo virtual é bem gostoso! Sem sombras de dúvidas, a vida nas telinhas pode maquiar muito a pessoa verdadeira que você é, o que é extremamente desagradável na hora da verdade. Hora da verdade? Sim! Uma hora o encontro tem que ser real, físico e olho no olho. Vamos usar exemplos reais?


Orkut
Quem ainda usa o Orkut? Bom, sabemos que no Orkut perfis falsos são constantes. Aparece uma foto de uma menina linda, com um monte de homens adicionados, pouquíssimas mulheres e nenhum amigo em comum. Estranho? Dê uma olhada nos scraps desse perfil, geralmente perfil falso tem perguntas do tipo: “De onde a gente se conhece?”. A segurança do Orkut ficou defasada e perdeu muito público, tornando-se um pouco mais popular e deixado apenas para empresas e serviços.

As comunidades do Orkut foram responsáveis por afundar algumas pessoas. Muitas empresas pesquisam em que comunidades você esta inserido para contratá-lo. Uma das comunidades que teve mais adeptos foi “Eu odeio segunda-feira”. Lembra? E ela foi vendida por uma ótima quantia para obter o mailing dos seguidores. Afinal, as redes sociais existem pra isso: obter a rede de contatos que se cria através dos inscritos.


Facebook
Já o Facebook é nosso queridinho! Chegou elitizado, sendo acessado apenas com convite e agora ganhou adeptos fieis e até viciados. Reúne em um perfil mensagens inbox (estilo e-mail), programa de chat (conversa como o MSN) e para você se inscrever existem vários critérios, inclusive provas de se inscrever com nomes extravagantes (você tem que provar que é dono de um nome ou sobrenome caso o Facebook avalie como incomum). No Facebook você pode curtir as páginas de músicos, bandas, marcas de esporte, celebridades, moda, filmes, entretenimento etc. Até a Ford coloca em sua campanha de TV o link do Facebook. Ali mesmo nas páginas que você curte, o marketing do Facebook te oferece anúncios para você colocar online nas páginas que você escolher. Esta é a rede social que mais cresce e mantém números constantes de adeptos que usam para amizades, relacionamentos, trabalho, publicidade etc.


Twitter
O Twitter é bem radical: ou você ama ou odeia. Muitos dizem que é impossível se relacionar com o mundo com apenas 140 caracteres (você tem que escrever mensagens de no máximo 140 caracteres). Para postar fotos você utiliza um atalho para um outro site que baixa suas fotos e na mesma hora posta um link na sua timeline (é a página onde você e seus seguidores deixam as tais mensagens)  com a legenda da foto e link da foto. Muito usado para trabalho, pode deixar algumas pessoas indignadas com os twitts irrelevantes do tipo “Vou comer agora uma macarronada maravilhosa que acabei de fazer!” e ainda posta a foto direto do seu smartphone. Meio chato ficar sabendo de tudo da vida de uma pessoa? Há quem ame, há quem odeie.



Acho que essas informações muitos de vocês já sabem. O que fica por trás da vida virtual é a maquiagem que cada um faz sobre sua pessoa. Por mais sincera que esta seja, há uma áurea de que somos sempre felizes na vida virtual. Afinal, ninguém vai colocar fotos feias e informações um tanto simples. É normal conhecermos alguém pela internet e criarmos uma imagem dessa pessoa, que num relacionamento olho-no-olho pode nos surpreender (negativa ou positivamente). Isso acontece conforme você exagera suas informações, fotos e também na necessidade de dizer pra todos a toda hora que você é feliz, bem sucedido, têm mil amigos, muitos seguidores.

Já está comprovado que a internet e suas redes sociais estão no topo da lista dos responsáveis em acabar com relacionamentos. Inclusive mensagens de redes sociais já podem ser anexadas em processos como prova de adultério. Descobrir uma traição já é dureza, imagina então pela internet! Muitos homens e mulheres casadas maquiam seus perfis como solteiros e criam na web uma nova postura e até identidade. E nada mais desestimulante do que saber que aquela pessoa para a qual você demonstra tanto interesse é, no mundo virtual,  totalmente diferente. É bem mais interessante você ter seus defeitinhos na telinha também, e não causar, ao vivo, espanto em ninguém que espera ansioso para conhecê-lo!






Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha