créditos: Bella da Semana

Aplicação real dos ditados

                              Getty Images




Habitualmente pronunciamos tantos ditados populares que nem paramos para pensar de onde surgiram ou se realmente os estamos usando no sentido correto. Geralmente, eles servem para nos defender ou para acusar alguém de alguma coisa, muitas vezes em tons sarcásticos e ofensivos. Nos divertimos tanto com eles, que nem ao menos reparamos se eles se aplicam no sentido real...


1)    Tem sempre alguém que, quando vê duas pessoas diferentes em um relacionamento, larga aquele ditado tão conhecido: ´os opostos se atraem´. Tudo bem, até atraem... no início! Depois, é um saco conviver com alguém que não tenha nada a ver com você ou com seu estilo de vida. Imagine você, trabalhando durante o dia todo, chegando em casa cansado e a sua namorada está a mil, escutando música alta, e se arrumando para ir trabalhar (em um bar descolado, por exemplo). Aí você quer tomar seu banho e descansar, enquanto ela quer ainda mais ânimo e energia. Quando ela chega, você está no décimo sono e, quando você acorda disposto, ela está capotada dormindo. O que vocês fazem no final de semana?
Pra mim, os opostos se distraem. Se você surfa e ela não gosta de pegar sol, se você é vegetariano e ela uma gaúcha assídua a churrascarias, se você é baladeiro e ela acorda às 6 da matina para das aulas de ioga, onde isso vai parar? 



2)    Andar na rua reparando nas beldades é o que a maioria dos homens faz por aí. Lindas, altas, baixas, peitudas, coxudas, loiras, morenas... ai, quanta diversidade! Enquanto isso, lá está sua noiva, bela, esguia, corpo malhado, cabelos compridos, cheirosa e esperando você em casa. Ok, ´a grama do vizinho é sempre mais verde´, certo? Errado. Espere o vizinho olhar pra sua ´grama´ ou ela te pegar no flagra, aí você vai perder a princesa que te espera bonitinha. Depois, não adianta chorar! Mulher guarda muito esse tipo de coisa e, na maioria das vezes, por mais que goste do cara, não volta atrás. Quer mais é uma doce vingança...


3)    Você é do tipo que sai com todas por sair, pra não ficar sozinho e fazer volume na sua lista de conquistas? Então você acha que é melhor estar com alguém do que sozinho. Por quê? Medo de solidão? Necessidade? Carência?

Pois é, eu já acho que ´antes só do que mal acompanhado´ faz muito sentido! Para quê ter alguém que muitas vezes nem nos faz bem por pura companhia (muitas vezes péssima companhia)? O pior: fazendo isso você estará deixando de estar livre para quando aparecer aquela pessoa certa, que você tanto espera. Curta a solidão também, aproveite pra realizar as tarefas deixadas de lado na sua lista como, por exemplo, visitar amigos que você não vê há anos.


4)    Nós, mulheres, estamos há poucas décadas no processo de igualdade de sexos. Mas muito machismo ainda vigora por aí. Sofremos com os ditados maldosos que escutamos. Quer pior que ´mulher honrada não tem ouvidos´? Este ditado maldoso que dizer: não escute demais, você é honrada e deve se manter assim, então não fale o que ouviu por aí! Isso me lembra o famoso cabresto. Aquele que os cavalos usam para andar sempre pra frente, e não ter a visão lateral para se distrair. É o fim!


5)    Trair alguém é algo que nos transporta ao medo de ser pego, de ser descoberto. Passam mil coisas pela cabeça de alguém antes de trair mas, depois de consumado o ato e de tudo dar certo (até nada vir a tona), um sentimento de poder sobe à cabeça. É como coceira. Você se segura pra não começar, mas depois, já era! Se coça até a exaustão, fica vermelho, com marcas, mas realizado. Então, um ditado sobre o qual concordo é o que diz que ´trair e coçar, é só começar´. Na dúvida, melhor nem começar...


6)    Casar é algo que deixa os homens aflitos e as mulheres felizes – pelo menos na maioria dos casos. Grande parte dos homens têm medo de ficar presos à mulher, em casa, com filhos. A maioria das mulheres, por outro lado, adoram fazer parte dessa vida familiar, cuidar de tudo o que diz respeito à vida de seu amado. Mas nem todos são assim, né? Não dá pra achar que ´casarás e amansarás´. Tem homem que vive sonhando com a liberdade enquanto dorme ao lado da esposa dedicada. Do contrário, existem muitos outros (e outras também, porque aqui também estamos falando das mulheres) que casam e sossegam. E adoram a vidinha familiar! E você, qual o seu caso?


7)    Temos amigos de anos, irmãos camaradas. Daqueles que a gente dá o sangue, perde um braço. Ok, entendemos quem é amigo de verdade. Mas negócios versus amigos não combinam. A meu ver, emprestar dinheiro para amigo, é quase certeza de fim ou tempestade numa amizade. É bom que um amigo nos estenda a mão quando precisamos, porém temos que ter a consciência de que, quando temos negócios e dívidas, precisamos deixar as coisas claras para os envolvidos. Às vezes, é melhor abrir um negócio com aquele conhecido que você esbarra no cafezinho da esquina e sempre fala de finanças com você ao invés de colocar uma amizade verdadeira na reta e correr o risco de perder um bom amigo por desentendimentos de negócios. Porque, como diz o ditado, ´amigos amigos, negócios à parte´.



E então? Você já pensou nos ditados que usa por aí e nos verdadeiros significados deles? É divertido rever isto, tenho certeza de que você vai dar umas boas risadas lembrando e até valorizando a sua grama, o seu casamento ou evitar a começar a coceira...





Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha