créditos: Getty Images

Namoro à distância

Só lendo este título já poderíamos ficar horas debatendo o assunto sem precisar escrever mais nada. Mas todos nós sabemos que tem tanta coisa a ser dita, que é sempre um assunto polêmico. Quem não passou por isso ainda?

Situação conhecida de todos: você viaja para passear ou trabalhar, conhece uma mulher cheia de predicados, se apaixona e quer voltar todo final de semana para aquela cidade. Aí você começa a ver que é meio inviável, e passa a voltar a cada 15 dias. Depois o período aumenta, passa para um mês, até que você perde o gás e procura alguém que more perto da sua casa. Namorar à distância requer, além da dedicação em dobro, muito empenho monetário!

Enquanto seus amigos desfrutam da namorada pertinho de casa (ou pelo menos não tão longe) você fica sonhando em como seria bom se pudesse fazer o mesmo. De repente lá está você, conferindo as promoções das companhias aéreas, a pontuação das milhas do cartão de crédito e todos os trâmites de quem está sempre de malas prontas. Começa, então, a contagem de milhagens, diárias de hotéis... A maioria dos casais que namoram à distância precisa de uma coisa acima de tudo: confiança. Não é fácil acreditar em tudo, nas ligações não-atendidas, nas saídas de madrugada e nos finais de semana com as amigas. Assim como não é nada fácil, também, fazer alguém acreditar 100% em você.

Enquanto você está se divertindo e conhecendo um novo lugar, está tudo bem. Nada mais gostoso que sair da rotina e aproveitar apenas as coisas boas da outra pessoa. Vocês acordam juntos, de bom humor, ela está sempre arrumada, você sempre disposto. Agora, quando começa a semana e vocês entram na rotina, tudo fica diferente, já que vocês estão acostumados com um bom final de semana, feriados e depois as despedidas (junto com juras de amor e muito carinho). Eis que começa, então, o teste. Você quer tentar uma vida a dois com essa pessoa? Vale a pena tudo isso?

Mas por que esta pergunta soou tão agressiva? Porque é assim mesmo que acontece com quem mora longe: vocês se encontram algumas vezes, começam a namorar rápido, e mais rápido ainda têm a decisão final (ficar juntos e um de vocês se mudar para mais perto do outro, ou romper o namoro de vez).

Quem cede e vai ao encontro da pessoa amada deve pesar todas as decisões, principalmente a questão do trabalho (alguém pode jogar isso na cara um do outro em uma briga qualquer). Você não deve esquecer que, quando tiver numa cidade diferente, vai precisar trabalhar para se manter (ou não), vai precisar fazer novos amigos para as horas de lazer, um médico ou plano de saúde e outros itens de necessidades importantes.

Geralmente são as mulheres que se mudam. Deixam seus trabalhos ou então deixam de trabalhar por um tempo (o que é muito chato, pois ficar pedindo dinheiro a alguém depois de passar dessa fase com nossos pais é bem complicado!). O começo é mais difícil, claro. Ao contrário dos casais que convivem sempre juntos, a rotina pode derrubar o mito de que tudo estava perfeito. Você precisa se apoiar nos amigos, nos irmãos, nos familiares da sua amada. E quando é ela que vem, você precisa arrumar amigas, parceiras, salão, academia e o que mais a sua namorada precisar na rotina diária.

Esta é uma decisão que deve ser pensada racionalmente, talvez até com um pouco de frieza, para ninguém sair prejudicado ou machucado da aventura amorosa e turística. Antes de mover montanhas para trazer sua amada ou entrar de cabeça na vida dela, em outra cidade, pense na sua vida: sua família, seu emprego, seus amigos. Você terá que mudar muitas coisas: seus filhos nascerão em outra cidade, seus pais não poderão mais almoçar todo domingo na sua casa naquele churrasco gostoso, seus amigos ´de infância´ serão outros...

Se ela vier, você precisa arcar com as responsabilidades também. E mulheres precisam de melhores amigas, um bom cabeleireiro e às vezes até um animal de estimação para se sentirem felizes. Se vocês tiverem consciência disso tudo e assim se sentirem felizes, aproveitem a distância e tirem das viagens o proveito de estarem sempre em clima de férias e romance total!



Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha