créditos: Reprodução

Man x Food

Você já teve ter ouvido por aí a expressão Man v. Food – afinal, é um nome de um programa de televisão. Eis que os homens parecem realmente ter o poder de acabar com a dieta feminina. E não estou falando aqui sobre as dietas para emagrecer, mas sobre o que comemos no nosso dia a dia.

Primeiramente preciso dizer que eu sempre fui da geração saúde. Meus pais tinham restrições alimentares, então foi ótimo para eu aprender a comer bem desde cedo. Mas, atualmente, quem ferra minha dieta é ele: o meu marido. Ele é chocólatra e ama tudo de fast food, como pizza, snacks, cachorro-quente... Como uma pessoa normal vai estar presente diante de tantas guloseimas e conseguir passar reto e ignorar a vontade? Assim como eu, muitos casais têm divergências na hora de encher o carrinho do supermercado.

Essa história antiga que diz que os opostos de atraem é a maior mentira! Você imagina um atleta ou competidor de fisiculturismo namorando alguém que ama petiscos fritos, refrigerante e bebe cerveja enlouquecidamente? É um romance fadado ao fracasso, com certeza. Quem tem restrições alimentares, sejam elas por estética ou por necessidade (profissão ou estilo de vida), vai entender quem vive da mesma forma, que tenha um estilo de vida, uma rotina ou gostos ao menos parecidos. Do contrário, é um desastre só!

Um grande amigo meu me contou há pouco tempo que, assim como eu, sempre cuidou da dieta alimentar. Eis que, depois que foi morar com a namorada (agora noiva), começou a engordar bastante. Ele com hábitos saudáveis, ela com um apetite noturno voraz, fã de uma janta carregada e calórica. No começo estava tudo bem, com direito a jantinhas especiais e convites que se estendiam a todos (eu fui a vários desses encontros) - até começar a dieta (dele).

Atualmente, adivinhem quem comanda a cozinha? Ele, claro! Para manter-se no controle, ele é quem faz a lista de compras e prepara as refeições principais. E os dois vivem felizes com os novos hábitos. Afinal, bons hábitos alimentares, quando mostram resultados positivos, são incríveis – e fazem um bem danado!

Eu sou muito fã das pessoas que conseguem vencer suas barreiras alimentícias, se mantendo fortes nos seus objetivos, indiferente do que se come ao redor (quem me dera!). Acho que devemos tentar sempre ter esse autocontrole, pois quando percebemos o resultado, a sensação de bem estar com o corpo é muito mais prazerosa e duradoura do que o prazer momentâneo de devorar algumas guloseimas enlouquecidamente.

Se você anda nesse dilema dentro do relacionamento, vai ter que tomar uma atitude com base nos seus objetivos futuros. Ou fica como eu, fugindo das tentações dentro da própria casa, ou faz como o meu amigo, e mostra que quem manda na cozinha é você! Controle-se agora, para daqui a pouco não passar a concordar com aquela outra expressão que diz que ´você é aquilo que você come´. Quando menos perceber, o espelho te diz isso - sem dó!





Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha