créditos: Getty Images

Plástica masculina: quando ela é necessária?

Nós, mulheres, sempre admitimos que um nariz diferente em um homem pode ser afrodisíaco. A palavra ´diferente´, no entanto, tem váááárias conotações. No caso de um nariz, pode ser maior que o normal. Ou talvez arrebitado, quebrado, imenso, boludinho, pequeno demais... Alguns defeitinhos não nos incomodam, nós até gostamos! Porém, em alguns casos, não seria vaidade excessiva consertar.

Acidentes de carro, uma briga num bar, uma janela de vidro. Às vezes alguns incidentes transformam partes quase perfeitas dos nossos corpos em outras que desprezamos. Há também os defeitos ´de fábrica´, que nos acompanham desde que nascemos e quase sempre não nos acostumamos com eles. Nesses casos, a cirurgia plástica pode ser uma ótima aliada.



Orelhas
Quando nascemos, nossas mães cuidam muito das nossas orelhas, para que elas não dobrem durante o sono e tornem-se as famosas ´orelhas de abano´. Muitas pessoas já nascem com orelhas maiores, com pontinhas à la Doutor Spock ou abanas.

Neste caso, uma das opções para driblar o destino é a otoplastia - uma cirurgia simples que requer anestesia local, internação clínica de poucas horas e exames básicos de sangue. Os ajustes são feitos na cartilagem e na parte posterior da orelha. A sutura percorre a orelha, na parte interna. Como a cartilagem é rígida, o pós-operatório é bastante dolorido, mas o resultado é visivelmente positivo. Não é nada legal ser o Dumbo na infância, adolescência e vida adulta, embora a idade recomendada para passar por uma otoplastia seja depois dos 16 anos.



Nariz
Nariz é personalidade na certa. E nariz bonito é super charmoso, sendo que bonito não quer dizer perfeito. Artes marciais, acidentes de carros ou brigas podem gerar narizes quebrados e feios. Geralmente o osso saliente bem no meio do nariz é que divide esses tais narizes nas categorias ´charmosos´ ou ´feios´. Não é frescura nenhuma fazer uma rinoplastia para lixar o osso quebrado e diminuir o septo nasal em casos da respiração ser comprometida pelo desvio. Nos homens, a rinoplastia é sutil e serve apenas para deixar o rosto suavizado, sem mudanças bruscas ou feições muito delineadas.



Gordurinhas
A lipoaspiração tem ganhado grande porcentagem na preferência do time masculino. Retirar gordurinhas indesejadas em uma cirurgia é o desejo de todos (além de ser muito mais fácil do que ir à academia e se acostumar com o progresso lento). Mas tudo deve ser feito com aprovação e acompanhamento médico. Afinal, a lipo pode ser bem complicada se não for feita por bons profissionais (outras vezes pode também estar ligada a complicações de saúde em  cada paciente).

Os homens têm muito mais facilidade de perder gordura e têm menos celulite do que as mulheres, fatos que ajudam a adiar a possibilidade de uma lipo. No caso dos homens, um regime feito rigorosamente e seguido por exercícios físicos pode ser mais saudável do que a intervenção cirúrgica. Pra quem quer perder bastante peso, é só aliar os dois: primeiro um regime, e depois a lipoaspiração para remover os excessos.

O resultado é mais natural e o procedimento, menos agressivo. Algumas partes do corpo que também podem ser lipoaspiradas, além do abdômen, são virilha, queixo, braços, costas e bumbum. Lembre-se de pesquisar os prós e contras e consultar um médico de sua preferência para tirar todas as suas dúvidas antes de tomar qualquer decisão!



Silicone
O silicone já não é mais uma arma exclusivamente feminina. Muitos homens aderiram ao uso das próteses para definir o peito e a panturrilha. Uma rotina forte de exercícios físicos, como musculação e aeróbico, queima calorias e levanta todos os músculos. A exaustão muscular cessa esse crescimento, retirando toda a gordura da região e deixando apenas a musculatura.

No entanto, existem homens que malham muito e não conseguem ‘aquele’ peito perfeito, por isso recorrem ao silicone. Assim como as pernas malhadas que podem ter panturrilhas definidas, ou algumas vezes panturrilhas bem pequenas e magras. O silicone também pode ser implantado na região, deixando as pernas mais torneadas.

Talvez um tabu que aos poucos está se desmanchando, a cirurgia plástica masculina não precisa cometer nenhum exagero. A intervenção deve ser leve e moderada. Se algumas mulheres já conseguem ficar com aspecto de bonecas de plástico com tantas incisões, imaginem então os homens...

É superimportante escolher um médico conceituado, analisar procedimentos, clínicas e valores. A cirurgia plástica deve vir pra agregar e não para transformar homens que precisam apenas de um retoque em esculturas artificiais. Fica a dica!





Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Edições Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha