créditos: Getty Images

Acessórios de inverno e seu biotipo

Não é bobagem, mas alguns acessórios não combinam com algumas medidas do nosso corpo. E não tem nada de errado em ser muito alto, muito baixou ou estar acima do peso. Simplesmente a proporção de algumas peças desfavorece o nosso vestir.

Usar cachecol e pashmina é uma ótima arma para fugir do frio. Nem todos os homens gostam, mas que ele faz muito bem seu papel, isso faz! Para quem é alto, pode abusar do volume dos cachecóis. Um volume extra no pescoço não vai fazer diferença. Para quem é baixinho (ou está acima do peso) um volume exagerado pode piorar a aparência: achata a silhueta e ainda dá sensação de sobrepeso. Então, para quem quer dar uma enxugada, é melhor optar por pouco volume, cores escuras e tecidos e lãs sem padronagens grandes.

A gravata segue a mesma regra do cachecol: um nó grande e exagerado é para os altos e magros. O colarinho dá uma boa aumentada de volume com nós muito trabalhados. Se a gravata tiver cor clara e tecido frotado, pior ainda! A gravataria pode ser grande aliada se souber ser usada corretamente. Os tecidos escuros e com estampas pequenas e clássicas ajudam a alinhar mais o visual e, consequentemente, a parecer mais magro e elegante.

O boné é um parceirão daqueles dias em que o cabelo está um verdadeiro horror. Assim como nos dias de sol e chuva também. É bem deselegante entrar em um lugar formal (como um restaurante sofisticado) sem tirá-lo. Antigamente se usava chapéu e, quando se adentrava em um ambiente fechado, era obrigatório retirar. O boné pode seguir também essa regrinha simples de etiqueta. Salvo na praia, shopping e lugares mais descontraídos.

Uma pasta de couro poderosa pode deixar você com aquela cara de empresário sério e bem sucedido (se é esta impressão que você quer passar para os outros). Se você trabalha em um escritório formal, investir em uma pasta de couro, bem apresentada e com marca grifada pode ser legal. Mas para escritórios despojados, legal mesmo são as bolsas de alças transpassadas, pastas molinhas e pencil case. Não podemos esquecer que somos a imagem do que usamos, então o que vestimos reflete diretamente o que queremos ser para o mundo. Uma pasta bacana sempre dá um up no visual!

Os sneakers (tênis de basquete) voltaram à moda. Muitos homens sempre usaram, principalmente quem ama esporte, os rappers famosos e adoradores do estilo. Porém o volume destes tênis pode comprometer a estatura dos baixinhos. E compromete ainda mais quem está com uns quilinhos extras, já que os sneakers têm os calcanhares e tornozelos volumosos e chamam mais atenção para esta parte do corpo. Os modelos branco e cinza parecem ainda maiores que os escuros. Passe várias vezes na frente de um espelho antes de levá-los da loja. Assim como os tênis muito coloridos e exagerados são legais para a academia e prática de esportes ao ar livre (servem para a sinalização no escuro). Um sapatênis ou mocassim de camurça são bem mais benvindos em ocasiões que pedem algo mais arrumadinho.

As jaquetas e parcas quentinhas geralmente são volumosas. Poucas conseguem aquecer sem muito forro ou tecido volumoso. Então siga as dicas do cachecol também, volume extra resulta em silhueta achatada e aumento de circunferência. Os coletes seguem a mesma regra: use os sequinhos para parecer mais slim e deixe os de gomos volumosos de nylon para quem for magro e/ou alto.

Na hora de se vestir, o seu melhor amigo pode ser o espelho, mas usar o bom senso é imprescindível. Sair de casa se sentindo estranho com alguma peça pode ser notado facilmente, já que agimos sem segurança nestas situações. Escolha o que lhe favorece e seja feliz!






Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha