perfil
Se tem uma coisa que a nova modelo do Bella da Semana ama é cerveja! Para Elize Pavlak, não tem o que a faça recusar uma gelada. Se for acompanhada de uma boa pizza, então, nem se fala! Taí a prova de que a tal barriguinha de cerveja é mito. A paranaense dorme só de calcinha, adora inovar entre quatro paredes e diz que chega junto sempre que necessário. Ela está bem próxima da conquista do título de mulher perfeita, você não acha?


Data de nascimento: 20 de dezembro de 1982.
Cidade onde mora: Laranjeiras do Sul (PR).

Medidas
Altura: 1,63m.
Quadril:  100cm.
Cintura: 67cm.
Busto: 87cm.
Pés: 36.

Que outros trabalhos você fez como modelo? Este é o meu primeiro trabalho.

O que você faz quando não tem ninguém olhando? O mesmo que faço quando estou em meio a outras pessoas, não sou diferente quando estou só.

Já beijou outra mulher? Não...

Beijaria? Definitivamente não. Tem outra opção?

Pratica algum esporte? Quando dá tempo jogo vôlei e comecei a ir à academia há dois meses.

O que te desanima na cama? Monotonia. Adoro coisas diferentes!

Algo que você ama: a vida.

Algo que você odeia: falsidade.

Você chega junto? Sempre que necessário (risos).

Em que tipo de situação você se sente mais sexy? Em qualquer situação, mesmo de cabelos em pé! (risos)

Me chama que eu vou:  comer pizza e tomar cerveja!

Eu nunca: deixaria meu amor.

Para você, sexo é: uma necessidade.

Uma loucura: sexo sem camisinha.

Você lembra do seu primeiro beijo? Lembro, ô se lembro! (risos)

Comida: todos os tipos de massa.

Bebida: cerveja.

Música: ´Grita amor´, de Munhoz e Mariano.

Filme: Do outro lado da vida.

Cor: branco.

Roupa: o mais confortável possível.

Como você dorme? Só de calcinha.

Uma conquista importante: independência.

Um objetivo: ser feliz, independente da situação.

Uma mensagem aos fãs do Bella da Semana: observa os fatos ditos ´ruins´ e deixa estar. Uma pessoa feliz busca o prazer, porém, não se apega a ele. E também não foge da dor, porque sua visão transcende a dor e o prazer. Ela vê os fatos, faz o que deve ser feito, mas continua acima deles. Inclusive, ela vê o fato dela mesma, em alguns momentos, perder a paciência, ficar aborrecida, triste ou magoada. Isso são fatos, e não interferem na felicidade. A pessoa feliz se identifica com o movimento da vida e não busca a estagnação da segurança. Não há nada absolutamente seguro na vida. Inclusive a nossa vida, como corpo, acaba. A saúde acaba. Um relacionamento acaba. Bens materiais acabam. O que permanece? Permanece aquele que pode observar tudo o que acaba. Permanece você. Você observando suas relações, seu dinheiro, seus bens, sua saúde, suas conquistas, suas derrotas, suas dores, seu prazer, suas mágoas, porém, sem se apegar a eles.



Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Edições Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha