créditos: Bella da Semana

O Risco da Aparência

Para muitas pessoas aprimorar sua aparência física parece ser o principal objetivo de vida. Observo em boa parcela das pessoas que me procuram uma necessidade quase insana de melhorar detalhes em seus corpos quase são imperceptíveis. Ficando claro, nestes casos, que existe uma distorção da alto imagem por parte deste individuo, ou seja, a pessoa vê coisa que não existe. É o que acontece com muitas jovens que sofrem de anorexia. Apesar de estarem só pele e osso elas não se enxergam tão magras assim, possuindo, também, um medo terrível de engordar. A busca pela perfeição, que para estas pessoas nunca chega, faz com que essas elas utilizem de todos os recursos necessários para conseguir seus objetivos de vida. Dependendo da ousadia e coragem de cada indivíduo esses recursos podem vão desde a busca por uma dieta equilibrada, passando pelos suplementos, remédios para emagrecer chegando nos anabolizantes. As pessoas que buscam esse aprimoramento estético absurdamente perfeito não costumam pensar muito em saúde. Aliás, se a saúde for um pouco abalada para promoção da aparência, para eles não tem problema nenhum, muito pelo contrário. Só que esse abalo muitas vezes é grave. Os problemas vão desde tendinites, em função do excesso de exercícios, a problemas de hipertensão, arritmias cardíacas, problemas renais e hepáticos, desencadeamento de anorexia etc. Para muitos aconselho terapia, pois não são raros os casos em que essa obsessão é fruto de problemas emocionais. Às vezes essas pessoas estão insatisfeitas na vida amorosa, profissional, nos estudos ou não encontraram o seu rumo, sendo, na verdade, essa obsessão pelo estético uma fuga. Minha vida tá uma porcaria, mas olha como estou sarado(a), acredito que alguns pensem assim. Tudo na vida é equilíbrio. Da mesma forma que trabalhar demais faz mal, estudar demais faz mal, ser religioso demais faz mal, festar de mais faz mal, cultuar o corpo demais também faz. Fanatismo em qualquer segmento nunca é bem vindo. A semana deve ter um pouco de trabalho, um pouco de estudo, um pouco de religião, um pouco de lazer e um pouco de exercício físico. Cada coisa no seu lugar e no momento certo. Misturar também não faz bem. Rezar no trabalho, trabalhar ou estar com a cabeça no trabalho no momento de lazer, festar enquanto estuda etc. A representação corporal saudável, e consequentemente esteticamente agradável aos olhos, é fruto de uma vida equilibrada, construída gradativamente. Mudanças bruscas na composição corporal comprometem os níveis de saúde, abrindo a porta para vários tipos de doenças. Seu corpo não é laboratório nem boneco de teste para ser cobaia de tudo que existe no mercado. O profissional de Educação Física, o médico, a nutricionista entre outros profissionais da saúde, não estão a disposição por acaso. Estão aí para serem consultados garantindo a você uma vida equilibrada, saudável e consequentemente aprimorando a sua aparência física.

Flavio Sobierajski


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha