créditos: Bella da Semana

Abdominal

Já vou começar respondendo àquela famosa pergunta: “Não, abdominal não tira barriga”. O abdômen bem desenvolvido é um conjunto de vários fatores, dentre eles a alimentação balanceada ou reeducação alimentar, exercícios corretos e quantidade certa dos mesmos, disciplina e genética. Alimentação : aqui vou bater naquela mesma tecla que todos já escutamos em todos os jornais, revistas, professores, e infelizmente não há nada de novo. Para termos um abdômen “sarado” temos que reeducar nossa alimentação, isto é, evitando gorduras, frituras, doces e refrigerantes, dando preferência às carnes magras, massas (sim, na dose correta), legumes, verduras e frutas e tentando fazer várias refeições ao longo do dia (tenho certeza que já ouviu falar, mas nunca tentou, estou errado?). Devemos, sim, comer nossos pratos preferidos, mas temos que ter moderação e deixar para fim de semana e/ou uma situação especial. Um nutricionista consegue distribuir de maneira eficiente sua alimentação durante o dia, fazendo com que você consiga diminuir sua gordura corporal , o que vai fazer aparecer seu abdome, e manter seus músculos, visto que uma alimentação incorreta faz perder toda a massa muscular que com muito esforço você conquistou. Exercícios: você faz realmente exercícios ou finge que faz? O corpo humano tem uma capacidade de adaptação que apesar de variar entre as pessoas, tem uma coisa em comum: não pode ficar muito tempo no mesmo treinamento!! Sendo assim, se você está na mesma velocidade da esteira há 2 anos (exemplo), faz as mesma séries de abdominal há 3 meses e na mesma série de musculação faz 5 meses, pode ter certeza que o seu treino já não tem o mesmo efeito no seu corpo. Peça para seu Personal/Professor modificar seu treinamento, sua velocidade na esteira, peça exercícios novos, abdominais diferentes, enfim, permanecer com o mesmo treino muito tempo seu progresso. Bote seu corpo para fazer esforço e você irá queimar muitas calorias e, junto com a alimentação, conseguir uma ótima definição muscular. Genética: uma frase muito conhecida diz: “quem nasceu pra lagartixa não vira jacaré”, isto é, não adianta querer levar seu corpo em um ponto que sua genética não permite. No entanto, no espaço entra a genética e seus desejos devem estar: muita disciplina, treino e superação pessoal. Nestes anos de academia já vi alunos que apenas com pequenas mudanças no treinamento e alimentação conseguiram resultados extraordinários. Exercício Abdominal: 1000 abdominais? Cinco séries todos os dias? Algo está errado, pois pode ter certeza de que o que você mais está perdendo é tempo na academia! Os exercícios abdominais devem ser trabalhados como qualquer outro músculo e, dessa maneira, precisam ser trabalhados com certa dificuldade na sua execução. Por isso, peça ao seu professor para dificultar seus exercícios e faça menos repetições com um grau de dificuldade um pouco maior. E descanse dos abdominais em alguns dias de treino, o trabalho diário não é bom para o músculo. Bom treino e cuide da sua alimentação, ela é fundamental para um abdominal definido!

Prof. Felipe Silveira Soncini - 002344/g – sc


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha