créditos: Bella da Semana

Hidratação no verão

É pessoal, o verão chegou e a atividade física passou a ser ainda mais praticada nas praias. Então é você correndo na areia, jogando futebol, futevôlei, frescobol, ufa.... Mas alguma coisa esta faltando nesta historia, a sua hidratação. Com o aumento das atividades físicas, a hidratação normalmente passa a ser esquecida, podendo trazer sérios prejuízos a saúde. Na praia, com o grande calor, o sol e o excesso de suor fazem com que o processo de perda de água seja muito maior do que em uma atividade normal nas academias, e com um sério problema: ninguém se lembra de beber água, só quando já está morrendo de sede.  

A necessidade de água do organismo aumenta com a atividade física e com a elevação da temperatura ambiente, situações em que o corpo transpira mais e dessa maneira requer um aporte maior de líquidos para repor adequadamente as perdas, evitando assim a desidratação.

A desidratação ocorre normalmente quando a eliminação de água do corpo é maior que sua ingestão, e pode trazer vários prejuízos ao organismo, dentre os principais estão:

-  Aumento da oleosidade da pele;
-  Aumento do cansaço e da fadiga, gerando fraquezas e tonturas;
-  Apatia;
-  Distúrbio de concentração;
-  Falta de vitalidade dos cabelos e da pele;
-  Prisão de ventre;
-  Problemas digestivos;
-  Redução da absorção das vitaminas hidrossolúveis - complexos B e C;
-  Redução da capacidade de raciocínio.

É importante que você beba seu líquido de maneira gradual e em intervalos não muito longos, de mais ou menos 30 minutos, dependendo da intensidade de seu exercício e de sua necessidade. Para uma hidratação correta, é necessária a ingestão de no mínimo 2 litros ou 8 copos de líquidos por dia. Dentre as sugestões de hidratação estão:

-  Água;
-  Água de coco:
água de coco é considerada um isotônico natural por ser rica em minerais. A presença de eletrólitos tais como sódio e potássio na água de coco possibilita uma absorção mais rápida, recuperando as perdas destes minerais através da urina e da pele;
-  Sucos naturais e chás;
-  Isotônicos: também recomendado, principalmente para reposição no caso de prática esportiva, pela rápida reposição dos eletrólitos perdidos na mesma.


Os refrigerantes não são indicados quando em excesso ,tanto pela quantidade de gases quanto pelo alto teor de açúcar, assim como as bebidas alcoólicas, pois estimulam ainda mais a perda de água pela urina, causando maior desidratação (beba com moderação).


Vale relembrar que a sede é um sinal do corpo já está em falta de água, sendo assim, tente tomar líquidos freqüentemente, dessa maneira você manterá seu corpo hidratado, facilitando a você curtir o verão com mais saúde!



Prof. Felipe Silveira Soncini - 002344/g – sc


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha