créditos: Bella da Semana

Emagrecer ou perder peso?

Muitas das minhas alunas só começam o fim de semana feliz quando conseguem pesar menos na balança na sexta-feira. Já os alunos que pretendem definir a musculatura acreditam que o caminho é %u201Cfechar a boca%u201D. Para alcançar esses objetivos é preciso prestar atenção nas recomendações do especialista em suplementação e personal trainer Ricardo da Luz Santana: %u201Cperder peso na balança não está relacionado à perda de gordura ou ao emagrecimento de maneira saudável%u201D. Neste artigo estão relacionadas algumas dicas que serão muito úteis para quem quer emagrecer sem deixar a saúde de lado.

Mas afinal, perder gordura não é o mesmo que perder peso?
Definitivamente NÃO.
Qualquer um perde peso. E é o que mais vemos por aí: pessoas que perdem peso e recuperam tudo de novo rapidamente. Se você parar de comer, tomar produtos (naturais ou não) que aceleram o metabolismo, ou se fizer dietas instantâneas e milagrosas, é provável que você reduza o peso na balança em poucos dias. Sim, você perdeu peso, entretanto você não emagreceu. Muito provavelmente eliminou um bocado de líquidos e uma boa quantidade de massa magra. Gordura? Pouca, pode apostar.

O corpo reage em uma situação agressiva como quando você para de comer de repente. O organismo se defende preservando as suas fontes de gordura e libera aminoácidos para produzir energia. É uma questão de sobrevivência. O corpo, ao notar a falta de alimentos, buscará energia tirando-a inicialmente dos músculos, o que até vai dar aquela famosa sensação de perda de peso no início, mas que na verdade deixará o corpo todo flácido com o passar do tempo.

Hoje, mesmo com todo acesso à informação que temos, ainda é grande o número de pessoas que se jogam em %u201Cestratégias%u201D (se é que se pode chamar isso de estratégia) de perda de peso acelerada, seja para estar bem no verão, para o carnaval ou para entrar naquele vestido ou naquele jeans que é o %u201Ctermômetro%u201D que te diz se você está gordo ou magro. Normalmente as pessoas se incomodam com o peso e basta-lhes que o ponteiro da balança suba menos para que elas fiquem satisfeitas, sem observar as %u201Centrelinhas%u201D desse processo. Tornar-se magro e não apenas %u201Cleve%u201D, diminuir a gordura corporal que se acumula nas %u201Cáreas críticas%u201D do corpo, exige estratégias alimentares mais inteligentes e atividade física orientada.

Portanto,
 
- Se você mantém uma freqüência mínima de atividade física, sob orientação profissional, não precisará passar dos limites em dois ou três meses para chegar bem ao verão ou para alcançar qualquer outro objetivo;

- Se você se alimenta com critérios, em intervalos de 3 horas, e come pouco carboidrato à noite, não precisará passar fome nem fazer dietas suicidas;

- Se você toma suplementos sob orientação adequada, coerente com sua alimentação e seus objetivos de treino, não precisará apelar para os %u201Cmilagres%u201D instantâneos.

Com essas atitudes simples, você conseguirá emagrecer e deixar o corpo definido de verdade, sem se preocupar com a perda (ou o ganho) de peso.


 



Prof. Felipe Silveira Soncini - 002344/g – sc


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha