créditos: Getty Images

Erros mais comuns II

A Personal Trainer anterior falou sobre dois erros bastante comuns durante os exercícios para costas. Aqui vão os outros três. Este artigo foi baseado numa matéria da revista Muscle & Fitness. Lembrem-se sempre de pedir ajuda a um profissional da área para evitar transtornos durante ou após seu treino de musculação.



#3 Atenção à pegada
Para trabalhar determinado grupo muscular, é claro que outros músculos também estão envolvidos no processo. Para o treino de costas, isso também se aplica – talvez até mais do que nos exercícios para outros grupos musculares.

No caso da musculação para as costas, por exemplo, toda a parte superior do corpo envolve-se na sua missão de ganho de massa muscular e definição. Mãos, antebraços, bíceps e deltóide posterior trabalham em conjunto com os dorsais e outros músculos.

Isso tudo é para dizer que uma pegada errada pode acabar com todo o seu treino e gerar pouco ou nenhum resultado esperado. Quando tiver em dúvida sobre o correto posicionamento das mãos, seja humilde e peça ajuda de um profissional. Lembre-se de que isso pode mudar os resultados obtidos e até melhorar o rendimento de seus treinos.



#4 Cuidado com as máquinas
As máquinas são famosas nas academias e muitas delas são especialmente dedicadas aos exercícios para as costas, principalmente as que envolvem as remadas alta, baixa e unilaterais, além das combinações de puxada com remada etc. Cuidado apenas para não esquecem que existem halteres e barras, e dedicar-se exclusivamente às máquinas, tornando-se dependente delas.

As máquinas podem até ser mais confortáveis, mas os pesos geralmente são superiores quando o assunto é estimular o músculo. Por isso, tente trabalhar com os dois, alternando durante os treinos.

Faça levantamento terra um treino sim, um treino não – com pesos livres, claro. Aposte também em pelo menos um tipo de remada com peso livre, seja com barra ou halteres. Ao invés de fazer as puxadas na máquina. No lugar das puxadas usando uma máquina, utilize a barra fixa pelo menos duas vezes por semana.



#5 Usar demais os músculos secundários
O quinto erro mais comum durante os treinos para costas é a dificuldade que muitos têm para isolar os músculos das costas corretamente. Aí, a tendência é treinar pesado demais com uma execução pobre, sobrecarregando a lombar e o bíceps - impossibilitando que o dorsal seja totalmente flexionado e contraído.
 
A solução nestes casos é ter o peso como seu aliado. Não deixe que o peso trabalhe você, utilize uma carga adequada para que você consiga finalizar as repetições de forma completa e correta.



Até a próxima, pessoal! Bons treinos!




Cristian Cruz


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha