créditos: Bella da Semana

Corpo e Mente

Nossos ancestrais precisavam muito de seus corpos. Possuir uma boa genética, ter um bom vigor físico, significava poder. Ter um corpo privilegiado ajudava ser um bom caçador, um bom defensor de sua integridade, de seu território, de sua mulher e prole. Ter um corpo privilegiado significava ter mais sucesso com as mulheres em função dessa proteção, desse poder de caça e de um provável gerador de uma prole igualmente saudável. Mas não era somente a mulher que observava o corpo do homem. Alguns atributos nos corpos das mulheres também interessavam muito aos homens. Uma mulher com aspectos saudáveis, um bom quadril, representava uma mãe em potencial, uma boa geradora de filhos. Naquele tempo estes aspectos corporais significavam segurança e perpetuação da espécie. Hoje em dia estes aspectos ainda são observados pelos homens e mulheres de forma instintiva, mas outros atributos que estão relacionados a segurança também foram agregados a tabela de exigências na hora de se escolher um parceiro. Ser inteligente e ter conhecimento significa respeito e possibilidade de ganhar dinheiro. A "caça", hoje em dia, é obtida de outra forma. Ninguém, ou quase ninguém, sai mais por aí todos os dias subindo em arvores colhendo frutos ou caçando animais para levar pra casa para matar a fome da sua mulher e prole. Ser um bom caçador, hoje em dia, significa ter um bom salário ou ter habilidade para ganhar dinheiro. Ter dinheiro leva a aceitação social, admiração das mulheres e respeito dos homens. Já que o vigor físico não significa mais nada em termos de ganha pão e nem em termos de proteção, o "correto" é esquecer do corpo e aprimorar a mente. Certo? A grande falha está justamente aí. O esquecimento do corpo. Para pensar você precisa ter um corpo saudável, livre de doenças, que durma bem, sem dores e sem uma composição corporal de risco. O completo bem estar físico e mental é fundamental para quem desejar produzir, ganhar dinheiro e ter uma boa qualidade de vida. Você já viu alguém conseguir pensar com dores na coluna? Ou doente? Ou depois de uma noite de insônia? Não, você nunca viu. Isto é impossível! Quantas pessoas estão aposentadas precocemente em função de problemas de saúde que poderiam ser evitados com a pratica de atividade física regular? Sem atividade física o corpo perece, problemas de saúde surgem e o indivíduo não consegue pensar e produzir com qualidade. Até pouco tempo atrás pessoas que cuidavam de seus corpos através da pratica de exercícios físicos eram consideradas pessoas alienadas que só se interessavam em cultuar o corpo. Hoje em dia isto mudou. Cuidar do corpo é sinônimo de inteligência, pois quem cuida do corpo pensa melhor, seu cérebro funciona melhor, se tem mais disposição. Ter uma mente saudável também irá influenciar o corpo. Uma pessoa positiva, esclarecida, consciente, possui um corpo mais saudável. Sentimentos ruins afetam o bom funcionamento do corpo. Muitas doenças são de origem psicossomáticas. Portanto, ter uma mente e corpo saudável, conquistados e mantidos através dos meios adequados para que isto ocorra, consciente de que ambos estão ligados e que um depende do outro para uma boa qualidade de vida, é o caminho para felicidade.

Flavio Sobierajski


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha